quarta-feira, 15 de junho de 2011




"És assim! são assim todos os homens,
Eterna negação.
Por mais que o teu amor ao meu se dê,
És sempre para mim uma interrogação."

[Palmyra Wanderley - do poema: Uma Interrogação]

Um comentário:

  1. Humanos demasiados humanos
    Belissimo!
    Adoro aqui!
    Beijos saudades

    ResponderExcluir