terça-feira, 27 de dezembro de 2011




Olho o olho do outro,
penso o que ele pensa.

Voltar a mim é a minha
diferença.

Olho o olho até turvá-lo,
penso que ele não pensa.
Ir com a água é a minha
recompensa.



De Psia (1986)

Arnaldo Antunes

2 comentários:

  1. Pura poesia de Arnaldo, genialidade!

    ResponderExcluir
  2. Nada é pequeno no amor. Quem espera as grandes ocasiões para provar a sua ternura não sabe amar... O prazer do amor é amar e sentirmo-nos mais felizes pela paixão que sentimos do que pela que inspiramos... Lutar pelo amor é bom, mas alcançá-lo sem luta é melhor... Por que quem ama... Nao buca seu proprio interesse...Mas sim os interesse de quem realmente ele....ou ela possa amar....
    http://www.uanderesuascronicas.blogspot.com
    Vim estender-te este convite desde ja....beijo linda
    Como diz uma sélebre frase...Siga-me os bons!!

    ResponderExcluir